18 de março de 2015

08/52 Julgando um álbum pela capa


Este post faz parte do desafio denominado 52 álbuns para ouvir em 2015 e já estamos na quinta semana de desafio. Caso você queira se informar mais sobre o que trata o desafio ou até mesmo conferir os posts das outras semanas, basta verificar a TAG 52 álbuns aqui no blog!

Não teve o post da TAG 52 álbuns na semana passada pra dar lugar a um post superbacana do Rotaroots, mas cá estamos de volta com mais dicas de álbuns!!
O tema dessa semana é Julgando um álbum pela capa. Fiquei pensando em que álbum eu poderia mencionar. Eu acho capas legais e bonitas quando ela não tem aquele clichê de uma foto bonita do artista como capa e afins. Então, quando o álbum vem com uma capa que tem uma ilustração legal ou com algum tipo de arte diferente já me chama muita atenção por fugir do comum!
Então tive que escolher um álbum que sou muito apegada e tem uma capa muito interessante: Heartbreaker - G-Dragon. Olá k-pop!! Olhem só como é a capa desse álbum, gente, ta na foto abaixo! Ele não eh uma foto, é um auto-relevo da rosto do G-Dragon, se vocês pesquisarem unboxing desse álbum dá pra notar melhor.




Sobre o álbum


O álbum Heartbreaker foi o primeiro álbum solo do líder do grupo coreano denominado BigBang, e foi lançado no ano de 2009 pela gravadora YG Entertainment. Além de ser classificado como um álbum do gênero k-pop, também entra nas categorias R&B, rap e hip hop.
Heartbreaker contém 10 faixas, sendo que todas elas foram escritas pelo próprio G-Dragon, bem como sua produção. O álbum foi premiado pelo evento Mnet Asin Music Awards na categoria álbum do ano de 2009.
Faixas:


  1. A boy
  2. Heartbreaker
  3. Breathe
  4. Butterfly
  5. Hello
  6. Gossip man
  7. Korean Dream
  8. The leaders
  9. She's gone
  10. 1 year station




Minha análise


Quando se escuta o álbum tendo conhecimento, pelo menos um pouco, da vida do artista, dá pra notar claramente pela letra depois de ler a tradução é claro que a maior parte das músicas compostas por G-Dragon retratam muitas experiências pessoais, sendo exatamente esse o motivo dos diferentes estilos musicais que são possíveis encontrar dentro de um mesmo álbum. São faixas cheias de altos e baixos, assim como sua vida.
O álbum tem muitas parcerias e dá pra notar que até mesmo os convidados pra participarem do álbum tem um propósito de estarem lá. É uma obra, pois mesmo que o estilo não agrade a todos acho que é de duvidar que alguém discorde que alguém possa criticar o cuidado com que ele foi produzido.


Vou deixar aqui no post as músicas do álbum pra vocês ouvirem pelo Spotify, mas tive que deixar alguns clipes pra quem se interessar em ver porque o Butterfly, por exemplo, é uma animação e é muito fofo e bem feito, vale a pena ver!!


    

Análise Geral


Melhor música: Butterfly, Hearbreaker
Pior música (menos interessante): 1 year station
Outras recomendadas: The leaders, A boy





Por hoje é só, pessoas! Espero que tenham gostado da sugestão de hoje!! Me contem nos comentários o que acharam, por favor! Vou adorar ler.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Tempo de Opinar | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger.